Novas oportunidades! IDP amplia grade de cursos, confira

Em 2020 o instituto lançou turmas de Jornalismo, Publicidade, Administração e Economia e em 2022 a meta é adicionar mais sete

“O IDP está na capital do país e acreditamos que aqui é um polo de talentos e oportunidades que podem ser explorados de uma forma inovadora. Queremos trazer o que há de melhor no mercado de Brasília e de fora dele para uma formação única e de excelência”, afirma Caio Resende, Coordenador Acadêmico do IDP. 

 

Sair do Ensino Médio e ingressar em uma boa faculdade é o sonho da maioria dos jovens. No mercado de trabalho atual, ter uma formação superior de qualidade é a chave para abrir melhores oportunidades de emprego.

Em 2020 o Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP), lançou novas carreiras nos cursos de Jornalismo, Publicidade, Administração e Economia. A partir de 2022, a meta é oferecer sete novas graduações: Engenharia de Software, Engenharia de Produção, Engenharia Civil, Ciência da Computação, Relações Internacionais, Psicologia e Arquitetura e Urbanismo.

Os cursos de Ciência da Computação e Engenharias de Software, Produção e Civil terão foco na tecnologia e inovação. Os alunos terão à disposição uma estrutura com laboratórios modernos e espaço Maker com impressoras 3D, equipamentos de elétrica e eletrônica, sensores de movimento e braços robóticos. Os estudantes também vão poder executar projetos extracurriculares para empresas reais e terão acesso a parcerias no mercado de trabalho.  Os cursos foram avaliados pelo MEC e receberam nota 4 e 5. 

No curso de Relações Internacionais, durante toda a graduação os alunos terão ensino trilíngue, experiências práticas e laboratório de Ciência de Dados. O curso teve nota máxima na avaliação do MEC. 

O curso de Arquitetura e Urbanismo vai oferecer uma formação completa  com foco em três pilares: criatividade, tecnologia e formação humanística. Os alunos estarão preparados para planejar, pensar e executar espaços externos e internos. Além de ter à disposição uma estrutura de ateliês, laboratórios, espaço Maker e oficina de construção de portfólio. Os graduandos terão um escritório modelo que realizará projetos reais para as comunidades do DF.  

Para receber os novos alunos, proporcionar mais qualidade de ensino e conforto aos graduandos, o Instituto vai inaugurar um campus com 9 mil metros de área construída na Asa Norte. A proposta é que seja um parque tecnológico de altíssimo nível, alinhado com a necessidade de cada curso de graduação.